Feijão por Ibrafe

Com estabilidade de preços, lotes maiores começam a ser negociados

Notícias Atuais

A colheita no sertão da Bahia mais uma vez não fez diferença.

Apesar da sequência de relatos de menor volume de vendas no varejo e de que, diante disso, os produtores teriam que ceder mais no preço, aceitando ofertas abaixo de R$ 250 em Minas Gerais e abaixo de R$ 230 em Goiás, até o momento isso não aconteceu.

A colheita no sertão da Bahia mais uma vez não fez diferença na oferta de Feijão-carioca, tanto que os preços se mantiveram lá no mínimo em R$ 250 e por Feijão com muitos defeitos, sem uso de tecnologias, que atende muito mais às feiras semanais que ocorrem no interior do que o Feijão empacotado em redes de supermercados.

O piso de R$ 250, para Feijão-carioca, base Minas, tem animado pouco os produtores. No estado de São Paulo houve empacotadores daquele estado ofertando entre R$ 280/290.

Fonte
Ibrafe

Copyright 2020 | Todos os Direitos Reservados